Por que corremos? Bathurst responde

Por que corremos? Por que a eterna busca pela melhor volta? Frear mais tarde. A melhor tangência. Acelerar antes. O melhor tempo. A cada volta uma oportunidade de superar o próprio limite. A cada volta um mundo diferente. A certeza de que cada piloto corre com um objetivo diferente é presente e aos que assistem a corrida resta as imaginações de possibilidades.

 

Ao desembarcarem na Austrália, os bólidos da Master of Track arrepiam diante de uma previsão de corrida fantástica. O palco? Mount Panorama, a conhecida Bathurst. Vinte e três curvas. Uma colina, sinuosa, que implica em subida e descida raspando muros afiados, que inflexíveis ameaçam terminar a prova de maneira inesperada.

 

Por que corremos? Cada piloto carregou a sua resposta na última terça-feira, 17 de novembro, e deram um espetáculo à parte na limpa largada que abriu a primeira corrida da Etapa. Tão inflexível quanto a montanha foi Rodrigo Barônio que, largando na poleposition da bateria venceu sem ser ameaçado durante os 25 minutos de prova. Wendel Parra que venceu seu companheiro de equipe Tamy Accioli, que até o momento era o líder do campeonato, e cravou o segundo posto. A F1APS representou no top 10 garantindo Nathan Ciarlo em 5º e Helton Mainardi no 6º posto.  Mas este não era o final da noite. A montanha não havia sido vencida por completo. A segunda bateria, com inversão de grid, acenava aos pilotos com curvas sedutoras e promessas de glória. Alguns beijariam os muros. Alguns ficariam pela escalada. No automobilismo, a glória está reservada somente para um piloto. Por que corremos? Quem correria mais? Continue lendo.

 

A segunda bateria começou com imponências agressivas da colina de Mount Panorama. Renan Henrique foi a primeira vítima e acabou perdendo o carro logo na primeira volta. Mas o esporte sempre permite o retorno e quem não consegue por vezes completar a prova na próxima etapa pode termina-la no lugar mais desejado do grid. Dos pilotos que seguiam na disputa, Barônio exibia uma performance espetacular assumindo a primeira colocação ainda antes da metade da prova. Murilo Faria, que foi vencido por Barônio após impor uma bela resistência ao piloto da Pro Drivers, seguia na segunda colocação até um inesperado toque na lateral da pista. Nathan Ciarlo, que viu Murilo rodar em sua frente conseguiu com muito custo evitar o toque e assim, assumir a segunda colocação. Helton Mainardi que lutava na quarta colocação não teve chances de escapar ao acidente com Murilo e precocemente foi mais uma das vítimas de Panorama. Os 22 minutos de prova decretaram o início das estratégias de paradas e começaram a definir as posições. Rogério Galhiego foi um dos primeiros a parar nos boxes e apostar em uma ousada estratégia. Barônio liderava sem ser ameaçado e pintava como o vencedor absoluto também da segunda bateria. Nathan Ciarlo garantia nesse momento a segunda colocação. Parra sempre guerreiro figurava na 5º colocação seguido por Tamy Accioly. Rogério Galhiego fazia uma ótima corrida de recup

eração e figurava na 8º colocação.

 

Ao final dos 40 minutos, menos de 10 carros concluíram a corrida provando o alto nível de desafio que Bathurst proporciona. Rodrigo Barônio sagrou-se líder da categoria, mas não sem um suspense final. Praticamente sem gasolina, Barônio viu a sua vantagem de 10 segundos ser reduzida a meros 2 segundos antes de cruzar a linha de chegada. Tamy Accioli garantiu a segunda colocação e o piloto Nathan Ciarlo da F1APS cravou o 3º posto. Galhiego concluiu em 7º lugar em uma ótima recuperação. Mount Panorama guarda os seus segredos até a próxima temporada e a MoT volta em 15 dias para mais uma etapa.

 

 

 

 

 

Please reload

Matérias em destaque:

1ª Etapa MoT - Interlagos - Categoria B

June 23, 2015

1/2
Please reload

Matérias recentes:
Please reload

Arquivos:
Please reload

Redes Sociais:
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Velocidade virtual, amizade real!                                      Desenvolvido por F1APS - 2019                                Todos os direitos reservados para F1APS